segunda-feira , 18 dezembro 2017

Chile terá novo roteiro turístico com parques, lagos e vulcões

Lago Llanquihue

Com ênfase na beleza das paisagens do sul do país e no legado patrimonial, o Chile terá um novo roteiro turístico unindo as regiões de La Araucanía, Los Ríos e Los Lagos. Chamado de Roteiro Cênico Parques, Lagos e Vulcões, o novo circuito é um projeto do Serviço Nacional de Turismo (SERNATUR) e do Programa Transforma Turismo previsto para o ano de 2025. Com um trajeto total de 1.915 quilômetros, o circuito contará com 17 vulcões ativos, 22 lagos, 12 parques nacionais e 48 fontes termais. Além disso, um dos atrativos do roteiro é a pluralidade cultural. É o caso da presença da cultura Mapuche, que até os dias de hoje habita majoritariamente a região de La Araucanía, onde se pode observar seus costumes e tradições. Também será possível aprender sobre as outras colônias que chegaram ao Chile e desempenharam um grande papel no desenvolvimento de seu povo. Saiba um pouco mais sobre cada uma das três regiões que vão compor o roteiro:

Região dos Rios – localizada na zona dos lagos e vulcão, essa área encanta por seus vulcões, rios, lagos, paisagens agrícolas e florestas. Além disso, é conhecida pela presença de um bosque úmido temperado, popularmente chamado de Selva Valdiviana. A capital desta região é a histórica cidade de Valdivia, cercada por zonas úmidas e rios.

La Araucanía – Essa é a famosa terra das araucárias milenares, com raízes mapuches intactas, lagos belíssimos e muito verde. Sua capital é Temuco, a terceira cidade mais importante do Chile. Além disso, vale conhecer Pucón, lago Villarrica, Parque Nacional Conguillio, lago Licán Ray e lago Budi. Ao Norte fica o povoado de Nehuentue, conhecido por sua boa gastronomia a preços acessíveis.

Região dos Lagos – Essa região apresenta uma grande quantidade de processos e formas orográficas (parte da geografia que se dedica à descrição de montanhas). Os diferentes agentes que atuaram no passado, especialmente o gelo e a atividade vulcânica, originaram a maioria das formas que se encontram hoje. Por isso, ela é dividida e dois setores diferentes: Puerto Montt ao Norte, com formas fortemente influenciadas pelos aspectos lacustres, e a outra metade ao Sul, com ilhas e canais.

Você também vai gostar

Uma vila de conhecimento em Campinas A Livraria da Vila, recém-inaugurada na nova ala do Galleria Shopping, em Campinas-SP, é um convite a passar horas e horas mergulhado no mundo dos l...
Arte no verde das gerais   O Instituto Inhotim, em Brumadinho-MG, a 63 km de Belo Horizonte, é um local para passar o dia e não se cansar de apreciar arte contemporânea, ar...
Toda a graça da Serra da Graciosa A Serra da Graciosa, que liga a Região Metropolitana de Curitiba a Antonia, PR, certamente é um dos caminhos mais bonitos para viajar de carro e um ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*